Segurança Pública terá esquema especial para ato de 8 de janeiro

Esplanada estará parcialmente fechada para trânsito de veículos e pessoas

O Governo do Distrito Federal (GDF) e o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) assinaram, nesta quinta-feira (4), o Protocolo de Ações Integradas (PAI). O documento planeja e define a atuação dos órgãos de segurança pública do DF no dia 8 deste mês. Na data, que marca o primeiro ano dos ataques às sedes dos Três Poderes, será realizada uma sessão solene em celebração da democracia no plenário do Senado Federal, às 15h.

O PAI foi elaborado com a ajuda de representantes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), Ministério da Justiça e Segurança Pública e chefes da segurança do Legislativo e Judiciário federais. Entre as principais medidas a serem adotadas está o reforço do policiamento na Esplanada dos Ministérios, com 250 homens da Força Nacional de prontidão na área do Palácio do Planalto.

“Esse protocolo representa um monitoramento de 100% das ações relacionadas ao 8 de Janeiro para que, independentemente de ideologias políticas, as pessoas tenham o direito de deixar suas mensagens democráticas nesse dia”, afirmou a governadora em exercício Celina Leão. “Será um dia pacífico. A segurança pública toda estará integrada em um único movimento, em prol da democracia.”

O trânsito na Esplanada dos Ministérios será parcialmente fechado na N1, da L4 até a Avenida das Bandeiras. O fechamento pode ser reavaliado e modificado, de acordo com as circunstâncias do dia e do evento, conforme avaliação das forças de Segurança Pública do DF. “É um fechamento de segurança, mas podemos dizer que, até o momento, não há nenhuma informação que gere um alerta maior ou uma preocupação”, garantiu o ministro da Justiça e Segurança Pública em exercício, Ricardo Cappelli. “Todas as forças estarão mobilizadas para garantir que seja um dia histórico de celebração democrática”.

Prevenção

Cerca de 2 mil policiais militares do DF estarão a postos para atuar na área central de Brasília. Em caso de necessidade, serão realizadas linhas de revista na região. As agências de inteligência locais e federais têm monitorado redes sociais para identificar possíveis mobilizações no 8 de Janeiro. Além disso, as vias da Esplanada serão balizadas e monitoradas por meio de câmeras e drones, com imagens transmitidas ao vivo para o Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob).

Também serão instalados de forma preventiva gradis em torno do Congresso Nacional e nas imediações da Avenida José Sarney. Possíveis ocorrências relacionadas ao evento serão encaminhadas para a 5ª Delegacia de Polícia, da Asa Norte, que terá efetivo reforçado.

“Nossa perspectiva é de que esse dia transcorra com muita tranquilidade, mas estaremos preparados para atuar em todos os cenários, caso seja necessário”, comentou o titular da SSP-DF, Sandro Avelar. “As forças de segurança do DF atuarão em conjunto, integradas aos órgãos federais, na garantia da ordem pública e mobilidade da população. Os atos lamentáveis ocorridos em 8 de janeiro de 2023 nunca mais acontecerão no DF.”

As informações são da Agência Brasília.

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.