Romênia celebra sua Data Nacional em Brasília

Embaixada da Romênia celebra o aniversário de 30 anos da Revolução Romena.

Discurso do embaixador Estefan Mera

O embaixador da Romênia Stefan Mera e a Embaixatriz Ligia Mera, foram os anfitriões do evento em comemoração ao país da União Européia que aconteceu no dia 28 de dezembro, na capital federal. A maravilhosa culinária romena foi a atração da festa, pois são pratos maravilhosos que considero pouco conhecido pelos brasileiros.

Vinhos Romenos que já são vendidos no Brasil

No paragrafo segue na íntegra, o discurso do embaixador Estefan Mera , onde ele explica com detalhes o motivo da celebração e a importância da data para os romenos e a como aconteceu a Revolução Romena que culminou na mudança total de vida naquele país, até chegar hoje a fazer parte da União Europeia.

Romenos em Brasília

Discurso:

O ano 2019 é o do aniversario duns dos mais importantes eventos da história recente da Europa. 30 anos atrás aconteceu a simbolicamente chamada caída do Murro de Berlim, culminando, no final do mês de dezembro com a Revolução Romena.Um processo que mudou definitivamente o destino de povos que se encontravam por detrás da Cortina de Ferro, não por vontade própria, mas por razões politico-históricas exatamente alheias a sua vontade.

O caso romeno foi um caso especial. Debaixo dum regime ditatorial extremo, o povo romeno não tinha a possibilidade de sair daqueles tempos de terror, a não ser duma maneira violenta, a medida do próprio regime em que vivia.Enfrentando a resistência obstinada dos que não queriam de nenhuma maneira perder a sua posição privilegiada, a única via foi a luta, no mais próprio sentido da palavra.

Somente o sacrifício de milhares de pessoas nesta luta levou a mudança da vida do povo romeno, pelo seu regresso ao mundo democrático, o que é, finalmente, a normalidade.Posso certificar isso da minha experiência de vida. Sem esta mudança heroica do destino do meu país tenho a certeza absoluta de que não poderia estar na diplomacia e ainda menos a falar em frente de vocês como Embaixador da Romênia.

Os últimos 30 anos da história da Romênia são anos de continuo aperfeiçoamento da democracia, de adaptação a normalidade politica, social e econômica, não sem dificuldades. Foram necessários outros sacrifícios para consolidar o que ganhamos em dezembro de 1989.A defesa da democracia, em todas as suas formas de manifestação, é um processo permanente, qualquer descuido, qualquer tentação de considerar as conquistas já adquiridas como definitivas e imutáveis pode dificultar imenso o avanço de qualquer sociedade.

Um resultado do regresso à democracia verdadeira foi o ingresso da Romênia na OTAN, em 2004, e na União Europeia em 2007, reconhecimento não só simbólico do caminho percorrido desde a Revolução de dezembro de 1989, mas sim marco da integração plena e consciente no mudo democrático.

Romênia é hoje um dos países mais europeístas e não sem séria razão. A sua evolução contemporânea e determinada, ate no plano interno, pela sua integração na EU, quer dizer pelo esforço permanente de ser um país membro responsável, comprometido e respeitado. Este e o maior beneficio que pertencer a União Europeia trouxe para o meu país. E, o mais importante de todo, não se trata só duma decisão política partidária, mas sim duma direção politica imposta pelo próprio europeísmo do povo romeno em que falava um pouco antes.É também por isso que a Romênia está entre os países que considera um futuro alargamento da União Europeia altamente benéfico, tanto para os novos integrantes, como para a própria União.

Esta seria uma nova e decisiva ação para manter e fortalecer os valores que fundamentam a nossa cultura, que os países da Europa Central e Oriental ganharam por muito sofrimento: a liberdade e a democracia.Em 2019 Romênia exerceu, pela primeira vez, a Presidência do Conselho da União Europeia, e, sem falsa modéstia, podemos apreciar que fez um muito bom trabalho, em tempos nada fáceis.

Embaixadores,autoridades e jornalistas presentes no evento.

A coincidência histórica da conclusão do Acordo EU-MERCOSUL, nos últimos dias do mandato da Romênia, foi também uma grande alegria para todos os que estamos implicados nesta relação extraordinária, mas ainda longe de ter chegado ao nível das possibilidades reais de cooperação.Começando com o processo de ratificação, que ainda será laborioso, continuando com o por em prática, que ainda necessitara ajustes e boa vontade de ambas as partes, este é o único caminho para chegar aos resultados desejados.

Fica bem claro que as mudanças do 1989 tornaram a Romênia num outro tipo de ator a nível mundial, que alteraram também a nossa maneira de encarar as relações com o mundo, em geral, e cada país em particular.As relações que hoje temos com o Brasil não seriam provavelmente as mesmas, sem partilharmos os mesmos ideais e ideias sobre o futuro comum, num mundo comum.

Lembrar os heróis da Revolução, cada dezembro, mas não só neste mês, é para nós, os romenos, um permanente incentivo a continuar na única via que nos garante um futuro e uma vida melhor.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.