Recuperação econômica da China é boa notícia para nações no sudeste asiático, diz economista

O crescimento econômico da China beneficiará as nações no sudeste asiático, pois o país representa a maior fatia das exportações regionais, informou a rede CNBC nesta quinta-feira.

“O fato de a China comandar a maior parte das exportações da ASEAN … ganha agora importância extra”, referindo-se à Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), disse Wellian Wiranto, economista do Banco OCBC, citado pela CNBC.

O produto interno bruto da China cresceu 3,2% no segundo trimestre, após uma contração de 6,8% no primeiro trimestre, mostraram os dados recém-divulgados pelo Departamento Nacional de Estatísticas.

“Embora inúmeros desafios ainda persistam, o crescimento reavivaria as esperanças de que a economia chinesa possa ajudar a impulsionar os outros”, afirmou Wiranto.

As nações do sudeste asiático enviam 18,8% de suas exportações para a China, disse o economista, observando que embora a recuperação pós-pandêmica da China não “salvará o dia” para esses países, fará uma pequena diferença, considerando que outros destinos de exportação como os Estados Unidos continuam trabalhando para controlar a pandemia da COVID-19.

Fonte: Xinhua

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.