Paraguai recua da decisão de manter embaixada em Jerusalém

O Chanceler paraguaio,Luis Castiglioni, Informou hoje, 05 de setembro, em uma coletiva de imprensa em assunção,  que seu governo retornará a embaixada para Tel Aviv, e não mais em Jerusalém como  havia sido decido em maio de 2018. Segundo o comunicado a República do Paraguai considera que o conflito deve ser resolvido através de negociações e  esforços diplomáticos  respeitando as resoluções da ONU e o direito internacional que reconhece os dois estados.

” A república do Paraguai, reafirma sua vocação em manter excelentes vínculos de amizade e cooperação com os estados de Israel e Palestina, baseados em princípios e valores compartilhados”, declarou o Chanceler.

O Conflito Israel- Palestino tem chamado á atenção das Nações Unidas e  aparente violação de direitos e tem causado desconforto na comunidade internacional. Na semana passada  França, Bélgica e Japão repudiaram a decisão ilegal( Perante o conselho de segurança das Nações Unidas) de israel de expandir os assentamentos construindo mais de duas  mil casas ( assentamentos)para que colonos israelenses ocupem a área.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.