Palestina e Qatar debatem Oriente Médio na CREDN

Palestina e Qatar debatem Oriente Médio na CREDN

Brasília – Os embaixadores da Palestina, Ibrahim Alzeben, e do Qatar, Mohammed Al-Hayki, decano e vice-decano do Conselho dos Embaixadores Árabes no Brasil, se reuniram com a presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados, Bruna Furlan (PSDB-SP) com quem debateram acerca da situação no Oriente Médio.

De acordo com Bruna Furlan, “não podemos falar de paz mundial sem discutirmos as questões que envolvem o Oriente Médio. O Brasil tem uma posição histórica de defesa da paz na região, do diálogo e de uma resolução pacífica das crises. Vamos trabalhar nesta direção no âmbito da CREDN”, explicou a deputada que esteve no início do ano na região onde pôde dialogar com palestinos e israelenses.

O Conselho de Embaixadores Árabes reúne 17 chefes de missão diplomática que trabalham uma série de temas em conjunto. Ibrahim Alzeben pediu o apoio da CREDN para o processo de paz e lembrou dos 100 anos da Declaração de Balfour e dos 70 anos do plano da ONU de partilha da Palestina. “Queremos estar em paz com nossos vizinhos, mas não podemos concordar com a ocupação de 78% do nosso território”, afirmou o diplomata.

Já o Embaixador do Qatar no Brasil reconheceu os problemas que o país tem enfrentado por conta das sanções impostas pelos vizinhos árabes. Mohammed Al-Hayki explicou que as três exigências feitas – fechamento da rede de TV Al Jazira e rompimento das relações com Turquia e Irã – são inaceitáveis. “As sanções nos criam muitos problemas em nossas relações e são abusivas”, afirmou. Ele destacou ainda a importância das parcerias com o Brasil, especialmente em projetos de gás liquefeito em Sergipe e Paraná.

Atualmente, o Brasil exporta, sobretudo, minério de ferro, alumina e carne de frango e importa gás natural liquefeito (gnl), polietileno e fertilizantes (em especial, ureia).

Fonte: Facebook  Deputada Bruna Furlan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.