ONU expressa solidariedade à África do Sul após chuvas que mataram pelo menos 300

Fortes cheias na África do Sul já mataram pelo menos 300 pessoas. O governo declarou estado de desastre após algumas áreas da província de KwaZulu-Natal terem registrado um volume equivalente a meses de chuva em apenas um dia. 

Cerca de 6 mil casas foram destruídas pelas enchentes e deslizamentos de terra. Em nota, o secretário-geral da ONU enviou condolências às famílias das vítimas, ao governo e ao povo sul-africano.

Menina de 10 anos

António Guterres expressou solidariedade e disse que a ONU está pronta para apoiar no que for preciso. Ele afirmou que está triste com a perda de vidas e os danos à infraestrutura da província.
 
Por causa do mau tempo, os helicópteros de resgate estão enfrentando baixa visibilidade atrasando a retirada dos sobreviventes.

A mídia local divulgou imagens do resgate de ume menina de 10 anos que perdeu a família inteira que desapareceu numa ponte inundada.

Milhares de pessoas estão desabrigadas na cidade de Durban, no desastre natural. Autoridades disseram que essas são as piores cheias da África do Sul nas últimas décadas.

Fonte: ONU News

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.