OMS pede que países “acordem” e “tomem controle” da COVID-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu nesta sexta-feira que os países atingidos pela doença do novo coronavírus “acordem” para a situação pandêmica e “tomem controle” sobre a propagação do vírus.

“As pessoas precisam acordar. Os dados não estão mentindo. A situação real não está mentindo”, disse a repórteres Michael Ryan, diretor de emergências da OMS.

Até agora, a doença do novo coronavírus infectou pelo menos 11 milhões de pessoas e matou mais de 129 mil em todo o mundo. As Américas são a região mais atingida, com a maioria dos casos e óbitos registrados nos Estados Unidos.

Observando que “muitos países estão ignorando o que os dados estão dizendo”, o funcionário da OMS destacou que “nunca é demasiado tarde em uma epidemia para assumir o controle”.

“Existem boas razões econômicas para que os países precisem trazer suas economias de volta online”, apontou ele. “É compreensível, mas você também não pode ignorar o problema. O problema não desaparecerá magicamente.”

Fonte: Xinhua

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.