Novo embaixador da Tunísia, Nabil Lakhal, chegou ao Brasil

Acompanhado da esposa Noura Korrab, ele foi recepcionado pelo cônsul honorário da Tunísia em São Paulo, Rubens Hannun, e pelo assessor de Relações Institucionais da Câmara Árabe, Bassel Abou Latif

O novo embaixador da Tunísia, Nabil Lakhal, chegou ao Brasil neste domingo (21) para cumprir sua missão diplomática. De passagem por São Paulo rumo a Brasília e acompanhado da esposa Noura Korrab, ele foi recebido no Aeroporto Internacional de São Paulo, no município de Guarulhos, pelo cônsul honorário da Tunísia em São Paulo, Rubens Hannun, que é também ex-presidente da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, e pelo assessor de Relações Institucionais da Câmara Árabe, Bassel Abou Latif (na foto acima Latif, Noura, Lakhal e Hannun).

“Ele é muito bem-vindo ao Brasil”, afirmou Hannun para a ANBA. Com esse espírito de dar as boas-vindas e se colocar à disposição para as ações voltadas ao estado de São Paulo, Hannun recebeu o embaixador. O cônsul pretende fazer uma visita ao diplomata em Brasília nos próximos dias para tratar das relações da Tunísia com São Paulo. Latif também colocou os serviços da Câmara Árabe à disposição do novo embaixador.

Hannun afirma que a embaixada tem um papel fundamental nas relações bilaterais dos países com o Brasil e ressalta o trabalho que é feito neste sentido por Brasil-Tunísia. “A Tunísia é um país muito ativo nas relações comerciais, os tunisianos vêm para o Brasil, participam de missões, de feiras, têm uma presença importante na feira Apas Show”, afirma, sobre a participação de tunisianos como expositores na mostra anual de alimentos de São Paulo.

As informações são da ANBA.

 

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.