Embaixada da França: MULHERES NA POLÍTICA: Quais os desafios? Como enfrentá-los?

Por ocasião do Dia Internacional das Mulheres, a embaixada da França no Brasil organiza, em parceria com a embaixada do México no Brasil, ONU Mulheres e Aliança Francesa de Brasília, um webinário dedicado às mulheres na política. Esse evento se insere no âmbito do Fórum Geração Igualdade – um encontro global pela igualdade entre mulheres e homens, organizado pela ONU Mulheres e copresidido pela França e pelo México, em parceria com a sociedade civil. Adiado devido à crise da Covid-19, o evento, que estava previsto para ocorrer em julho de 2020, acontecerá no primeiro semestre de 2021, primeiro em março organizado pela Cidade do México e depois em junho, em Paris.

Sob o tema “Mulheres na política: Quais os desafios? Como enfrentá-los”, o webinário pretende ser uma roda de conversa onde mulheres com diferentes trajetórias irão compartilhar suas experiências, suas conquistas e seus anseios. Parlamentares e lideranças brasileiras e francesas vão debater os avanços que o mundo político tem conhecido nos últimos tempos em termos de igualdade de gênero, tanto na França quanto no Brasil, e os grandes desafios que ainda se apresentam.

O ano de 2021 é estratégico para a discussão sobre a presença das mulheres na política. O webinário permitirá fazer um balanço das eleições municipais que ocorreram tanto na França quanto no Brasil em 2020 e aprofundar uma reflexão sobre o que está por vir com as eleições presidenciais e legislativas de 2022, nos dois países.

Paridade de gênero na política – O Brasil, e também a França, têm avançado em termos de representatividade das mulheres na política, nas várias instâncias de poder, mas ainda há um longo caminho pela frente na busca da paridade de gênero na política. No parlamento francês, as mulheres ocupam 40% das cadeiras de deputadas e 1/3 no Senado. No parlamento europeu, quase 50% das vagas destinadas à França são ocupadas por mulheres.

O webinário será sediado em Brasília e reunirá as participantes de forma virtual. O público está convidado a enviar perguntas e participar da discussão. O evento será transmitido ao vivo pelo canal Youtube da Embaixada da França no Brasil, com tradução simultânea para o português, e pelo canal Youtube da Aliança Francesa de Brasília, com áudio original.

Mostra de curtas-metragens em streaming – Em celebração ao Dia Internacional das Mulheres, a plataforma IFcinéma à la carte disponibilizará uma série com 5 curtas de animação chamada “Culottées”, que significa atrevidas, ousadas. A série retrata as histórias de mulheres extremamente diferentes entre si, mas unidas por um denominador comum: terem, ao longo da vida, agido de uma forma que mudou não apenas suas jornadas, mas também seu tempo e a sociedade como um todo. Mulheres que, por sua teimosia, audácia e força de caráter, enfrentaram adversidades, superaram preconceitos e quebraram barreiras. A série estará disponível apenas no dia 8 de março.

Basta acessar: https://ifcinema.institutfrancais.com/fr/streaming/culottees

Participantes do webinário :

. Manuela d’Ávila (PCdoB) – Manuela é jornalista e mestre em políticas públicas. Foi a vereadora mais jovem de Porto Alegre, deputada federal mais votada do Brasil e deputada estadual mais votada em 2014. Como Deputada Federal, presidiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, em 2011 e 2012. Foi candidata à vice-presidência do Brasil em 2018 pelo PCdoB, compondo chapa com Fernando Haddad (PT) e candidata à prefeitura de Porto Alegre, em 2020. É militante pelos direitos da mulher. Fundou o Instituto “E Se Fosse Você?”, voltado ao combate das fake news e redes de ódio.

. Laurence Rossignol (Partido Socialista) – Ex-ministra das Famílias, das Crianças e dos Direitos das Mulheres, Laurence Rossignol (PS) é senadora pour Oise, vice-presidente do Senado da França, Membro da Delegação dos Direitos da Mulher e da Igualdade de Oportunidades entre Homens e Mulheres do Senado. Em 2001, foi eleita conselheira municipal em Compiègne e em 2004, vice-presidente do Conselho Geral da Picardia, responsável pela vida associativa, juventude e economia social.

. Sonia Guajajara (PSOL) – Sonia Guajajara foi candidata à vice-presidência do Brasil em 2018 pelo PSOL, compondo chapa com Guilherme Boulos, sendo a primeira indígena em eleições presidenciais. Sua militância começou na Coordenação das Organizações e Articulações dos Povos Indígenas no Maranhão (COAPIMA) e continuou com a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB). Atualmente, Sonia é a Coordenação Executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB).

. A Anne Blanc (Partido La République en Marche) – Com rica experiência como representante eleita, primeiro localmente e depois em âmbito nacional, Anne Blanc foi prefeita de Naucelle, de 2001 a 2017, e presidente da Comunidade dos Municípios de Pays Ségali, de 2002 a 2017. Hoje, Anne Blanc é deputada de Aveyron pelo partido LREM, mandato que começou em 2017, e Conselheira Departamental de Aveyron, desde 2015. É presidente do grupo parlamentar da amizade França-Brasil.

. Dorinha Seabra Rezende (DEM) – Professora Dorinha foi eleita deputada federal pelo Tocantins pela primeira vez em outubro de 2010. Foi relatora da Proposta de Emenda Constitucional que instituiu permanente o Novo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb. Atualmente, a deputada é presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação no Congresso Nacional, que tem o objetivo de colocar a educação no cento dos debates no Congresso Nacional. É também líder da Bancada Feminina na Câmara dos Deputados.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.