Ministros do governo brasileiro se encontram com os embaixadores europeus

No dia 07/10, o grupo de “Embaixadores da UE” no Brasil se reuniu no Palácio do Itamaraty de Brasília com o ministro da Economia, Paulo Guedes; a Ministra da Agricultura, Tereza Cristina; o chanceler Ernesto Araújo; o Ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto; o Presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto; o Ministro da Infraestrutura, Tarcisio Gomes de Freitas; e o Secretário-Geral do Itamaraty, Octavio Brandelli.

O encontro foi uma oportunidade para os membros do gabinete relembrarem a importância do acordo UE-Mercosul para as reformas no Brasil e da adesão à OCDE e relembrarem também os avanços já alcançados em termos de: modernização da economia, reforma previdenciária, melhor regulamentação, redução do ônus e simplificação, nova lei portuária, liberalização da cabotagem, leilão de concessões no âmbito do PPI em energia e transporte, privatizações, PPP, nova matriz energia, revitalização do transporte ferroviário e multimodalidade, reforma cadastral, “choque” da digitalização … bem como no “gasoduto” legislativo, as reformas fiscais e administrativas e a nova lei do gás. As intervenções e questões dos embaixadores centraram-se particularmente no ambiente, na situação das mulheres e na protecção dos mais desfavorecidos. Nesse sentido, o ministro Guedes e seu vice-ministro Marcelo Guanarys insistiram que onze mil empregos foram preservados durante a crise e que o mercado de trabalho já se recupera em proporções que nos permitiriam falar de uma recuperação em “V”.

A reunião ocorre em um momento em que o Parlamento Europeu e vários parlamentos nacionais e governos europeus estão abertamente preocupados com o rápido agravamento do desmatamento e das queimadas no Brasil, conforme demonstrado por estudos e observações de satélite recentes.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.