Judiciário saudita tem 1.814 mulheres atuando

O número de funcionárias trabalhando em diferentes setores do Judiciário na Arábia Saudita foi de 1.814 em 2020. O dado foi atribuído à Noura Al-Ghunaim, diretora do Departamento da Mulher no Ministério da Justiça, em notícia do site do jornal Arab News, nesta quarta-feira (17). O número de advogadas atuando no país aumentou de 618 em 2019 para 1.029 no ano passado, uma alta de 66%.

A diretora Al-Ghunaim explicou que as funcionárias do Judiciário prestam serviço em diferentes setores, como em pesquisas jurídicas e sociais, desenvolvimento de programas e serviços administrativos. Nesses cargos, a diretora estima que as sauditas atenderam a mais de 30.500 pessoas ao longo de 2020.

De acordo com o Arab News, o aumento de funcionárias no setor jurídico é resultado da criação de um Departamento de Mulheres na pasta da Justiça. O departamento é parte de outras iniciativas que o ministério está tomando para incentivar a entrada de mulheres no setor e contribuir para o crescimento local.

Dentro do plano estratégico do governo saudita chamado Visão 2030, está previsto o aumento da participação das mulheres na força de trabalho do país.

O ministério informou que no curso para advogados oferecido pelo Centro de Treinamento de Justiça, a participação chegou a 4.070 advogados, dos quais 1.680 eram mulheres.

Fonte: ANBA

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.