Itamaraty exige a saída de diplomatas venezuelanos do Brasil no prazo de 4 dias

O Ministério de Relações Exteriores do Brasil, sob o comando do ministro Ernesto Araújo, informa em documento, que os 34 funcionários diplomáticos venezuelanos devem regressar à Venezuela no máximo até o dia 2 de maio.

A Decisão foi tomada em relação a todos os venezuelanos em missão diplomática que trabalham na Embaixada da Venezuela em Brasília e os que trabalham nos consulados presentes nas cidades de Belém, Boa Vista, Manaus, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Todos estes funcionários venezuelanos fazem parte do governo de Nicolás Maduro. O Itamaraty já trouxe de volta os funcionários diplomáticos brasileiros que trabalhavam em caracas no dia 16 de abril e fechou a embaixada na Venezuela. Fontes informaram que os venezuelanos já teriam sido avisados desde março, mas encontram dificuldades em vôos e retorno a seu país de origem.

Veja a reprodução do documento enviado pelo Itamaraty:

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.