Governo da Tunísia promete ajudas sociais para conter protestos

Cerca de 800 pessoas foram detidas na Tunísia por participarem da onda de protestos que envolve o país. Desde 2011 no início da primavera árabe a Tunísia passa por crises econômicas , o desemprego está na margem dos 15 por cento , o Turismo caiu muito devido a  falta de estabilidade e a população reclama de falta de dinheiro para necessidades básicas.

Diante da situação grave o governo atual decidiu liberar ajudas sociais para mais de 120 mil pessoas de acordo com o número de familiares e as necessidades .

Centenas de tunisianos manifestaram-se este domingo na capital do país, Tunes, e em várias outras cidades contra as medidas de austeridade anunciadas pelo governo da Tunísia no Orçamento para 2018.

A manifestação deste domingo surge na sequência de uma semana que tem sido marcada por protestos e foi convocada pela Frente Popular, o maior partido da oposição, para o dia em que se assinalam sete anos da “Revolução de Jasmim”, a primeira das primaveras árabes, que levou à queda do ditador Ben Ali em 2011.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.