Entrevista com Vincent Zonca – Diretor do Escritório do livro e do debate de ideias

1 – Por favor, explique para nossos leitores sobre como surgiu a ideia de fazer este evento.

A Noite das Idéias é um grande evento internacional de debates e criações que completa 6 anos e que é coordenado pelo Instituto Francês, em Paris. A ideia é oferecer um espaço de livre reflexão e de livre criação, reunindo convidados de todos os estilos e todas as disciplinas : filósofos, artistas, pesquisadores, assim como cidadãos em geral. A Embaixada da França no Brasil  organizou a primeira a Noite das Ideias em 2020, e esta será a segunda edição no Brasil. A cada ano, o Instituto Francês escolhe um tema: o de 2021 “Mais próximos!” procura refletir sobre os acontecimentos atuais, particularmente a crise sanitária  pensando em como podemos nos aproximar uns dos outros e imaginar um futuro melhor, onde nossos espaços públicos e nossas sociedades sejam mais inclusivos, mais hospitaleiros e mais atenciosos uns aos outros. Por causa deste tema, decidimos nos aproximar o mais possível dos habitantes e dos contextos das três cidades desta segunda Noite de Idéias, Brasilia, Belém e Porto Alegre, assim como criar diálogos transfronteiriços entre Porto Alegre e Montevidéu, entre Belém e Guiana Francesa.

2 – Quais os pontos-chave e as ideias que o senhor acredita que merecem mais atenção devido ao contexto mundial que passamos hoje?

Esta noite é uma oportunidade para refletir sobre como nos aproximarmos, apesar de mais de um ano de distância física, distanciamento social e confinamento. Esta “Noite de Idéias” nos convida a fazer a pergunta urgente sobre o que pode, em nosso presente e em nosso futuro “próximo”, “nos aproximar”. Como podemos permanecer ou nos tornar “próximos” novamente, quando tudo nos incentiva a estar distantes, os “gestos de barreira”, os eventos à distância, o mundo das telas ou o home-office? Quais são os desafios do mundo digital: como ele pode nos aproximar, mas também nos distanciar? Como podemos analisar a relocalização das atividades econômicas e os circuitos curtos e locais para o consumo consciente? Como podemos acolher melhor os refugiados, proteger nosso planeta comum? Diferentes temas serão abordados para responder a estas questões muito atuais e refletir a como podemos nos aproximar mais: a saúde, o digital e a cultura em Porto Alegre, as identidades e os diálogos amazônicos em Belém, e uma grande reflexão sobre cidade e economia em Brasília.

3 – Por favor use este espaço para fazer as considerações que o Senhor acha importante.

Esta segunda Noite de Ideias no Brasil busca descentralizar o evento para se aproximar das periferias geográficas e sociais em várias escalas. Depois de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo em 2020, ela se abre para novas cidades e procura estar, em sua própria concepção no âmbito do tema 2021 “Mais próximos!“, ligada à crise sanitária da covid-19. Após o sucesso da 1ª edição, esta 2ª procura aproximar-se das Alianças Francesas, com quem organizamos a edição, das brasileiras e dos brasileiros, mas também dos países e institutos vizinhos, com os quais tecerá colaborações estreitas: no Sul, em direção ao Uruguai, em Porto Alegre, assim como no Norte, em direção à Guiana Francesa, em Belém. A 2ª Noite de Ideias no Brasil acontece em 3 cidades-chave: Brasília, Belém e Porto Alegre. Durante todo o ano 2021, um importante ciclo de debates dará continuidade, nessas cidades e no Brasil inteiro, à Noite de Ideias. 

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.