Embrapa e Emirados Árabes fazem parceria

A Embrapa e o Centro Internacional para Agricultura Biossalina (ICBA), dos Emirados Árabes Unidos, firmaram uma parceria que vai permitir o desenvolvimento conjunto de tecnologias para o aproveitamento de águas ricas em sais. 

O objetivo é o intercâmbio de recursos genéticos, produção de forrageiras e o manejo de solo para mitigação de efeitos de salinidade. A Embrapa espera adaptar a tecnologia árabe voltada à melhoria da produtividade e sustentabilidade em áreas marginais e salinas à realidade do bioma Caatinga. Para isso, a liderança do projeto é da Embrapa Semiárido, que já desenvolve estudos na área de Agricultura Biossalina com a participação da Embrapa Meio Ambiente.

No Brasil o Programa Água Doce, do governo federal, instala dessalinizadores em comunidades rurais para fornecer água para consumo humano. 

O ICBA também tem interesse em espécies forrageiras usadas no Semiárido, como a palma, e quer entender melhor o sistema de produção desenvolvido pela Embrapa, para adaptá-lo para as condições dos Emirados Árabes.

Além da parceria firmada na área de agricultura biossalina, as negociações envolvem obtenção de financiamentos, venda de tecnologia e serviços, cooperação técnica e apoio a empresas brasileiras no exterior.

Fonte: AgroLink

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.