Embaixatriz de Belarus realiza evento para abrir a exposição de artesanato do País e apresenta potencial turístico .

Embaixatriz de Belarus Tatyana  Tserkovskaya realiza evento para abrir a exposição de artesanato do País e apresenta potencial turístico .

Foi Realizado, ontem, 26 de fevereiro de 2019, na Embaixada da República de Belarus na República Federativa do Brasil , a cerimônia de abertura oficial da exposição permanente “Exposição do artesanato belarusso”, incluindo objetos artesanais feitos de palha, vime, linho, cerâmica e madeira, toalhas bordadas, trajes e calçados nacionais e também uma coleção de bonecas totens.
A exposição é composta de objetos cedidos pelas funcionários da representação diplomatica, bem como objetos feitos pela professora de trabalho manuais da escola número 13 de Minsk, Lydmila Nikonchuk. O evento é dedicado à celebração do Dia da Língua Materna e 25.º aniversário da promulgação da Constituição da República de Belarus. A cerimônia contou com a presença do Cônsul Honorário da República de Belarus em Florianópolis M. Atanâzio da Silva, esposas dos chefes das missões diplomáticas acreditadas no Brasil, representantes de agências de viagens e meios de comunicação brasileiros.
Aos convidados foi apresentado o potencial turístico de Belarus, bem como vídeos sobre os objetos da exposição do artesanato bielorusso 

A exposição estará aberta permanentemente e os que desejarem visitar devem agendar um horário com a Embaixada de Belarus no Brasil em Brasília.

Como parte da promoção da língua belarussa, os convidados brasileiros participaram de uma atividade de competição para traduzir provérbios belarussos para a português.

Informações turísticas sobre Belarus:

 

Belarus é um país localizado no Leste Europeu, fazendo fronteira com a Rússia,Polônia, Ucrânia, Lituânia e Letônia. A cidade de Polotsk, no Norte do país, é reconhecida como centro geográfico da Europa
o país  possui 6 regiões e 7 unidades administrativas contando a capital, Minsk. As principais cidades- capitais de regiões são Brest, Grodno, Vitebsk, Gomel e Moguiliov. Belarus é um país de fácil acesso. Sendo um importante ponto de trânsito entre Leste e Oeste, as opções de transportes são múltiplas e de qualidade. É importante notar que os brasileiros não precisam de visto de turismo. Existem conexões aéreas com as principais cidades europeias e de várias partes do mundo. Companhias como AirFrance, Lufthansa, Turkish Airlines, Emirates operam voos saindo do Brasil. No caso de transporte terrestre, Belarus possui uma extensa malha ferroviária conectada à rede europeia. Por exemplo, é possível fazer viagens de trem entre cidades como Berlim, Minsk, Moscou, São Petersburgo, Varsóvia, Kiev, Vilnius
etc. Uma opção muito comum também são carros e ônibus internacionais e interurbanos. A extensão de malha rodoviária é de 86 mil km, e as estradas são de boa qualidade.

A capital de Belarus é Minsk. A cidade foi fundada em 1067 e hoje tem 951 anos. 6 panorama de Minsk  .

A cidade sofreu muito durante várias guerras que passaram pelo território bielorrusso. A cidade foi reconstruída no seu traçado atual logo após a Segunda Guerra. Em muito, os urbanistas soviéticos, se inspiraram nas ideias do filósofo renascentista Tommaso Campanella, autor do livro “Cidade do Sol”. Tratava-se de uma cidade ideal que proporcionasse felicidade para seus habitantes. As avenidas, ruas e praças do centro de Minsk foram traçadas se baseando nessas ideias. Várias cidades soviéticas foram pensadas assim, mas Minsk é o exemplo mais notório.  A principal via da capital é a Avenida da Independência, de 15 km de extensão. Trata-se da mais longa via da Europa construída no mesmo estilo arquitetônico.  Há 5 grandes praças ao longo da Avenida.  É possível ver vários estilos arquitetônicos em Minsk. A capital belarussa é famosa por ser um dos melhores exemplos do construtivismo, a chamada “arte útil” e a serviço do povo.  Ao longo da Avenida da Independência é possível ver muitos exemplos do chamado estilo arquitetônico império de Stalin que se caracteriza pela suntuosidade, colunas, uso de mármore e muitos elementos decorativos.

Era planejado para exaltar o novo estado que estava sendo construído e para que qualquer cidadão pudesse entrar num prédio público parecido com um palácio. Um dos exemplos mais notórios desse estilo arquitetônico e também um cartão postal da cidade é o Portão de Minsk, localizado em frente à terminal ferroviária. Numa das torres fica o maior relógio de Belarus. Belarus é um país onde várias religiões convivem em harmonia. A maior parte da população religiosa pertence à Igreja Ortodoxa Russa. Aqui vão alguns exemplos das igrejas ortodoxas da capital. A catedral é a Igreja do Espírito Santo que antigamente já foi um mosteiro católico.  A igreja mais antiga de Minsk é a de São Pedro e São Paulo, erguida em 1612 e posteriormente reconstruída no estilo barroco com ajuda da Imperatriz Russa Catarina II.

 

Um dos estilos arquitetônicos mais tradicionais das igrejas ortodoxas é o chamado estilo russo. Aqui vocês podem ver a igreja de Santo Alexandre de Nievá, construída no final do século XIX. 17 Outro cartão postal de Minsk é a igreja católica de São Simão e Santa Helena. A igreja foi construída com doações de um casal nobre da capital em homenagem aos filhos mortos. Cada cidade belarussa tem seus encantos. Aqui vocês podem ver as 5 capitais de cada região do país. A população de cada uma é de aprox. 350 mil habitantes. Brest é a mais ocidental delas. É famosa pela sua fortaleza e muitas vezes é a entrada no país a partir da Europa Ocidental. Grodno se destaca pela sua linda arquitetura antiga, principalmente religiosa. Gomel – por seu complexo palaciano, rio e parques, Vitebsk – pela proximidade aos lagos  laciares, Moguiliov – por seus centros de recreação. Belarus é conhecido como pulmões da Europa. Aprox. 40% do seu território é coberto por florestas. Em Belarus há 4 parques nacionais e uma reserva da
biosfera. O parque nacional Bielovejskaya Pustcha é uma das poucas florestas virgens da Europa. A área total é de 150 mil hectares e a diversidade da fauna é de 12 mil espécies. Também é patrimônio mundial da UNESCO. Bielovejskaya Pustcha é o habitat do maior mamífero da Europa e símbolo de Belarus, o bisão europeu. É uma espécie considerada vulnerável, que se encontra apenas em Belarus, Polônia e uma parte da Rússia. No parque Bielovejskaya Pustcha fica a residência do Papai Noel belarusso que pode ser visitada.

 

A reserva da biosfera Berezinsky é importante não só para Belarus mas para a Belarus é um país localizado no Leste Europeu, fazendo fronteira com a Rússia, Polônia, Ucrânia, Lituânia e Letônia. A cidade de Polotsk, no Norte do país, é reconhecida como centro geográfico da Europa e possui um monumento em homenagem a isso. Belarus possui 6 regiões e 7 unidades administrativas contando a capital, Minsk.
As principais cidades- capitais de regiões são Brest, Grodno, Vitebsk, Gomel e Moguiliov.

Belarus é um país de fácil acesso. Sendo um importante ponto de trânsito entre Leste e Oeste, as opções de transportes são múltiplas e de qualidade. É importante notar que os brasileiros não precisam de visto de turismo. Existem conexões aéreas com as principais cidades europeias e de várias partes do mundo. Companhias como AirFrance, Lufthansa, Turkish Airlines, Emirates operam voos saindo do Brasil.
No caso de transporte terrestre, Belarus possui uma extensa malha ferroviária conectada à rede europeia. Por exemplo, é possível fazer viagens de trem entre cidades como Berlim, Minsk, Moscou, São Petersburgo, Varsóvia, Kiev, Vilnius etc. Uma opção muito comum também são carros e ônibus internacionais e interurbanos. A extensão de malha rodoviária é de 86 mil km, e as estradas são
de boa qualidade.

Belarus é conhecido como  o pulmão  da Europa. Aprox. 40% do seu território é coberto por florestas. Em Belarus há 4 parques nacionais e uma reserva da biosfera. parque nacional Bielovejskaya Pustcha é uma das poucas florestas virgens da Europa. A área total é de 150 mil hectares e a diversidade da fauna é de 12 mil espécies. Também é patrimônio mundial da UNESCO. A  Fortaleza de Brest é um dos principais monumentos da Segunda Guerra. Aprimeira ofensiva do exército nazista contra a União Soviética foi suportada nessa cidade.

( Com Informações e fotos da Embaixada de Belarus no Brasil)

 

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.