Embaixada do Uruguai comemora em Brasília 194 anos de Independência do País

 Com a presença de  embaixadores de países estrangeiros , autoridades brasileiras, membros da comunidade uruguaia no Brasil,   o vizinho Uruguai celebrou os 194 anos de sua indepêndencia . No evento, que aconteceu esta semana, na sede da embaixada, o embaixador Gustavo Vanerio transmitiu em seu discurso uma carta do Ministro das Relações exteriores Rodolfo Nin Novoa por ocasião do  aniversário da Independência que segundo ele, foi conquistada com muita luta, sacrifícios e entrega dos que lutaram.

 Muito vinho Uruguaio , churrasco de uma das carnes mais nobres do mundo que é a Uruguaia,   queijos finos, e até mesmo o sorteio de caviar fizeram parte da festa :

 

Relações Uruguai x Brasil:

O Uruguai é um dos principais parceiros do Brasil na América do Sul. Os vínculos históricos, políticos e humanos entre os dois países permitem elevado grau de confiança mútua, que permeia todos os aspectos da relação bilateral. A cooperação entre os dois países é abrangente, perpassando os campos político, econômico, tecnológico, cultural e social.

A crescente integração econômica tem beneficiado a economia e a indústria dos dois países. Entre 2008 e 2018, a corrente de comércio bilateral elevou-se de US$ 2,6 bilhões para US$ 4,2 bilhões. Apenas no ano de 2018, o comércio bilateral cresceu 13,5%, com aumento das exportações (US$ 3 bilhões; +28,1%) e queda das importações brasileiras (US$ 1,2 bilhão; -12,4%), resultando em aumento do superávit brasileiro (US$ 1,8 bilhão; +80,5%). Destaca-se, ainda, a importância dos investimentos brasileiros no Uruguai, particularmente em setores agroexportadores.

O relacionamento ganhou impulso renovado com criação do Grupo de Alto Nível Brasil-Uruguai (GAN), que se divide em seis subgrupos (integração produtiva; ciência, tecnologia e inovação; comunicação e informação; integração da infraestrutura de transportes; livre circulação de bens e serviços; e livre circulação de pessoas). Trata-se de iniciativa cujo intuito é formular e acompanhar projetos em áreas estratégicas do relacionamento bilateral.

A I Reunião Plenária do GAN (julho de 2013) aprovou o Plano de Ação para o Desenvolvimento Sustentável e a Integração Brasil-Uruguai, documento que contempla 40 ações de caráter estratégico no curto, médio e longo prazos. O trabalho dos subgrupos do GAN permitiu, entre outros resultados concretos, a assinatura do Acordo sobre Residência Permanente com o Objetivo de Alcançar a Livre Circulação de Pessoas, que estabelece um mecanismo simplificado para a concessão da residência permanente a nacionais brasileiros e uruguaios que queiram fixar moradia no outro país. O mencionado acordo entrou em vigor em 7 de julho de 2017.

A cooperação fronteiriça é ponto importante das relações bilaterais. A fronteira comum se estende por 1.069 quilômetros e abriga expressivo contingente populacional. Como mecanismo de formulação de políticas para a fronteira, destaca-se a  Agenda de Cooperação e Desenvolvimento Fronteiriço Brasil-Uruguai, que atua em coordenação com os níveis estadual/departamental e local dos governos brasileiro e uruguaio, buscando atender às demandas da população fronteiriça mediante políticas acordadas bilateralmente.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.