Embaixada do Japão abre a Mostra de Cinema Japonês 2018

Mostra de Cinema Japonês 2018

 

A Mostra de Cinema foi aberta ontem, 17 de outubro, no Cine Brasília e o espaço ficou lotado, O  Ministro Kazuhiro Fujimura fez um discurso  representando a Embaixada do Japão no Brasil.

Confira na íntegra o discurso:

Saudação do Ministro Kazuhiro Fujimura(17/10/2018)

 

Boa noite a todos. Em função da indisponibilidade do embaixador do Japão, Akira Yamada, eu gostaria de dirigir as palavras aos presentes em nome do embaixador.

 

Estou muito feliz em realizar a “Mostra de Cinema Japonês 2018”  neste ano comemorativo de 110 anos da imigração japonesa no Brasil. Manifesto meus sinceros agradecimentos ao coordenador, Sérgio Moriconi, e a toda equipe do Cine Brasília por nos oferecer o local nestes últimos anos.

 

Durante os seis dias do evento, teremos uma variedade de gêneros de filmes: época, drama e comédia. O filme “Depois das Flores”, que vai ser exibido hoje, tem origem na obra de um dos grandes escritores japoneses do século 20, Shuhei Fujisawa, e descreve a vida das pessoas no período Edo, entre o século 17 e 19, incluindo as histórias de amor da época.

 

Além deste filme, entres as obras, está um filme que apresenta o Japão após a Segunda Guerra Mundial e que foi premiado no Festival Internacional de Cinema de Montreal. Também vamos ver dois filmes que mostram o Japão contemporâneo, um baseado na literatura de Shakespeare, “Sonho de uma Noite de Verão”, gravado em Okinawa, e um anime popular. Portanto, espero que prestigiem a mostra não somente hoje mas também nos próximos dias, conhecendo mais da cultura e da diversidade do nosso país por meio destes filmes.

 

Desejo, além de grande sucesso para o evento, que muitas pessoas conheçam a cultura japonesa e que seja ainda mais aprofundado o intercâmbio entre o Brasil e o Japão.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.