CREDN aprova o Acordo de Cooperação em Defesa firmado por Brasil e Argélia

Os dois países criarão uma Comissão Mista que será responsável por implementar as disposições do acordo, inclusive em relação à aquisição de armamentos, equipamentos militares e sistemas de armas

Brasília – O texto do acordo de cooperação no âmbito da Defesa, assinado por Brasil e Argélia, em Argel, em dezembro de 2018, foi aprovado nesta quarta-feira, 14, na CREDN com parecer do deputado Alexandre Leite (DEM-SP). A ideia é promover a cooperação em assuntos de defesa, especialmente nas áreas de planejamento, pesquisa e desenvolvimento militares, luta contra o terrorismo; o intercâmbio de experiências e conhecimentos em assuntos relacionados à defesa; educação e treinamento militar; e cooperação em outras áreas de interesse mútuo no campo da defesa.

Leite destacou que “os acordos no âmbito da defesa são de extrema importância para as relações bilaterais das Nações com as quais o Brasil mantém parcerias, uma vez que o nosso país possui uma vocação pacífica e democrática. Nesse contexto, o acordo com a Argélia irá promover a cooperação no campo internacional com um país amigo”, afirmou.

O deputado destacou, também, que o acordo permitirá a troca de visitas de delegações de alto escalão, incluindo as autoridades militares, a promoção do desenvolvimento de recursos humanos das instituições de defesa, escalas de navios de guerra e de aviões nos portos e aeroportos dos dois países, e o compartilhamento de experiências científico-tecnológicas nas diversas áreas relacionadas com a defesa.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.