Confira a retrospectiva sobre as relações Vietnã e Brasil – 30 Anos de amizade e cooperação

VIETNAM-BRASIL, 30 ANOS DE AMIZADE E COOPERAÇÃO

 

 

 

Marcos importantes

– 08/5/1989 : Declaração conjunta entre os dois países sobre o estabelecimento das relações diplomáticas.

– 1994: Abertura da Embaixada do  Brasil em Hanói.

– 1998: Abertura do  Consulado Geral do Vietnã  em São Paulo em 1998.

– 2000: Abertura da Embaixada do Vietnã em Brasília.

– 5/2007: Estabelecendo da parceria bilateral abrangente(  O Brasil faz parte do grupo de 29 países que são parceiros estratégicos / abrangentes do Vietnã)

 

Avaliação geral

Desde o estabelecimento das relações, especialmente desde o estabelecimento da parceria abrangente, os laços de amizade e cooperação entre os dois países têm conhecido desenvolvimentos positivos em todos os campos e refletem o espírito da parceria abrangente, bem como aspirações do Governo e do povo dos dois países, em benefício dos dois países e pela  paz, estabilidade e desenvolvimento da região e do mundo.

 

Resultados importantes  alcançados:

* A confiança política mútua é cada vez mais fortalecida, uma compreensão mútua mais aprofundida através de centenas de visitas em todos os níveis, especialmente através de visitas bilaterais de alto nível:

– A visita de Estado do  presidente Tran Duc Luong  (Novembro de 2004).

– A visita de Estado do  Secretário-Geral do Partido Comunista do Vietnã no Brasil (Maio de 2007).

– A visita de Estado do  presidente Lula da Silva no  Vietnã (Setembro de 2010).

– A visita da  Vice-presidente Nguyen Thi Doan no Brasil (Maio de 2015).

– A visita do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,  Blairo Maggi no Vietnã (Setembro de 2016).

– As visitas oficiais do Ministro de Estado das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira ( Setembro de 2017 e Maio de 2018).

– A visita oficial do  Vice Primeiro-Ministro Vuong Dinh Hue no Brasil (Julho de 2018).

– A visita do Vice-Presidente da Assembleia Nacional Uong Chu Luu no Brasil  ( Abril de 2019).

– A visita da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,  Tereza Cristina no Vietnã (a ser efetuada em Maio de 2019).

* Na base da confiança política e do entendimento mútuo aprofundado, o quadro jurídico para a cooperação continua tem sido reforçado com assinatura e implementação de vários  Acordos, Protocolos e Memorandos de cooperação nas seguintes áreas:

– Acordo de cooperação cultural entre os dois Governos (Outubro de 2003)

– Acordo de Cooperação Científica e Tecnológica (Fevereiro de 2008)

– Memorando de cooperação entre os dois Governos sobre o combate à pobreza (Julho de 2008)

– Acordo sobre isenção de vistos para titulares de passaportes de serviço (Novembro de 2008).

– Memorando de entendimento para o estabelecimento da Comissão Mista entre os dois Governos (Julho de 2008).

– Protocolo de cooperação entre os dois Governos   sobre a produção e uso de etanol combustível (Fevereiro de 2008)

– Acordo de Cooperação em Saúde e Ciências Médicas entre os dois Governos (Maio de 2007)

– Acordo de cooperação no transporte marítimo (Setembro de 2017)

– Acordo de cooperação na aviação civil (Julho 2018).

– Memorando de cooperação no turismo (Agosto de 2016)

– Memorando de cooperação entre a Academia Diplomática do Vietnã e o Instituto  Rio Branco do Brasil ( Maio de 2018)

– Memorando de cooperação entre a Organização vietnamita das Associações de Amizade-VUFO e a Fundação Alexandre de Gusmão -FUNAG (Maio de 2018)

– Memorando de cooperação na agrícola (Julho de 2018)

– Memorando de cooperação entre a Câmara da Indústria e Comércio do Vietnã – VCCI e a Agência Brasileira de promoção de Exportações e Investimento -APEX (7/2018).

– o Acordo de  cooperação educacional entre os dois governos e o Memorando de de cooperação em defesa nacional estão prontos  para assinatura no momento apropriado. O acordo-quadro sobre cooperação científica e técnica está em fase final de negociações.

* Os mecanismos de cooperação bilateral tais como a Comissão Mista dos dois Governos, a consulta política  entre os dois Ministérios das Relações Exteriore foram estabelecidos e têm mantido suas atividades. Os dois países valorizaram a tradição de prestar apoio recíprogo nos fóruns  das Nações Unidas e organizações internacionais, melhorarando conjuntamente o seu perfil na região e no mundo.

Apoio recíproco contínuo ao processo de desenvolvimento nacional.

-Apoio confirmado do Brasil à candidatura como membro não-permanente do Conselho de Segurança da ONU para o período 2020-2021, como membro do Conselho de Direitos Humanos para o período 2014-2016 e do  ​​Conselho Econômico e Social para o período 2016-2018.

– Apoio contínuo do Vietnã ao Brasil em fóruns internacionais e está comprometido a apoiar o Brasil como candidato ao  membro permanente do Conselho de Segurança da ONU quando este for reformado; apoio do Vietnã ao Brasil como membro do Conselho de Direitos Humanos para o período de 2012-2015, do  Comitê de eliminação da Discriminação contra a Mulher (CEDAW) para o mandato 2013-2016; como Presidente da Organização Mundial do Café 2017.

* Parceria abrangente também é expressa na promoção de relações entre a Assembleia Nacional/ Congresso Nacional dos dois países:

– A Assembléia Nacional do Vietnã e o Congresso Nacional do Brasil tem intercambiado regularmente delegações e criaram mecanismos para criar condições para que os seus deputados compartilhem informações  experiências parlamentares através das atividades do Grupo Parlamentar Parlamentar em cada Assembléia Nacional/Congresso Nacional. A delegação da Assembleia nacional do Vietnã endereçada pelo seu Vice Presidente Uong Chu Luu efetuou uma visita de trabalho no Brasil de 20 – 24 abril 2019. A visita do Presidente do Senado do Brasil Davi Alcolumbre no Vietnã está sendo programada.

– O estabelecimento oportuno do  Grupo Parlamentar de Amizade Vietnã-Brasil na Assembléia Nacional do Vietnã e do seu parceiro, o Grupo Parlamentar Brasil-Vietnã no Congresso Nacional do Brasil.

* A irmandade/parceria  entre cidades, províncias e Estados  e organizações populares de ambos os países foi estabelecida e desenvolvida:

– Parceria/irmandade entre a cidade de Hue e a cidade São Luís (Maranhão); entre a cidade de Can Tho o Estado do Maranhão; entre a cidade Hai Phong e a cidade Curitiba ( Paraná). Possível parceria entre Ho Chi Minh cidade e São Paulo está a ser preparada e estabelecida num futuro breve.

– Cooperação estabelecida entre a Associação de Amizade e Cooperação Vietnã-Brasil e a AbraViet do Brasil, ambas com filiais provinciais/estaduais.

*A cooperação comercial é um ponto brilhante na relação entre os dois países, com o valor de troca comercial aumentando continuamente ao longo dos anos.

Em apenas 8 anos, de 2010 a 2018, o valor comercial bilateral aumentou mais de 4 vezes, de 1,03 bilhão de dólares (2010) para 4,5 bilhões  de dólares (2018). A complementaridade e a não concorrência direta são características proeminentes nas trocas comerciais dos dois países.

+ 2004: 59 milhões de dólares.

+2005: 113,8 milhões de dólares.

+2010: 1,03 bilhão de dólares.

+2011: 1,53 bilhões de dólares.

+2012: 1,6 bilhão de dólares.

+ 2013: 2,1 bilhões de dólares.

+2014: 3,17 bilhões de dólares.

+2015: 3,91 bilhões de dólares.

+2016: 3,05 bilhões de dólares.

+ 2017: 3,93 bilhões de dólares.

+2018: 4,51 bilhões de dólares.

 

EXPETATIVAS NO FUTURO

 

Vantagens e oportunidades para futura cooperação

Boa plataforma de relacionamento foi construída nos últimos 30 anos.

– Confiança na política mútua e determinação política dos líderes e CP dos dois países.

– A posição dos dois países e a estabilidade no crescimento econômico.

– Existência de áreas espaçosas  para a cooperação bilateral e regional.

 

*Áreas espaçosas  para cooperação:

 

– Continuação dos  mecanismos de cooperação bilaterais e tradicionais e apoio recíproco nas organizações internacionais.

– Cooperação científica e técnica;  na indústria de defesa com a participação da Avibras;  no campo da agricultura onde ambos os países têm vantagens, agricultura de alta tecnologia, agricultura sustentável, adaptação às mudanças climáticas e em produtos como  etanol, cana de açúcar, café, arroz, aqüicultura e processamento de frutos do mar.

– Cooperação na aviação civil com participação da Embraer.

– Investimento de empresas brasileiras no Vietnã-ASEAN e  empresas vietnamitas no Brasil-Mercosul.

– Maior abertura de  mercados para os produtos agrícolas uns dos outros e diversificação de produtos no intercâmbio comercial; promovendo o comércio regional na ASEAN e no Mercosul.

– Cooperação educacional com intercâmbio de  professores e estudantes entre universidades.

– Concretização e aprofundamento da  cooperação entre as províncias e cidades do Vietnã com os estados e cidades do Brasil no planejamento, desenvolvimento e administração urbana, no comércio e investimento, divulgação cultural.

 

 

* Medidas a serem implementadas:

– Fortalecimento do intercâmbio de delegações, incluindo delegações de alto nível e de nível ministerial: a delegação do Vice-Presidente da Assembleia Nacional da Visita ao Brasil 4/2019, a delegação ministerial do MAPA de Tereza Cristina vai visitar  o Vietnã 5/2019; os Ministérios da Defesa, da Economia, da Cultura do Vietnã, o Banco do Estad, as cidades e províncias de Ho Chi Minh, Hai Phong, Tien Giang têm plano de efetuar visitas no Brasil em 2019.

– 3ª Reunião da Comissão Mista  Vietnã-Brasil.

– Assinatura de um acordo-quadro de cooperação científica e técnica entre os dois governos.

– Assinatura do Memorando  de cooperação em defesa (pronto para assinatura)

– Assinatura do Acordo de Cooperação em Educação (pronto para assinatura)

– Implementação do Acordo na aviação civil com a participação de  Embraer.

– Esforços para implementar o Memorando de  cooperação em turismo.

– Redução bilateral de barreiras técnicas e maior abertura bilateral  de mercados para produtos agrícolas.

– Negociações sobre o Acordo de Livre Comércio do Vietnã – Mercosul.

– Assinatura de Memorando de Cooperação  entre Hai Phong e Curitiba; Cidade de Ho Chi Minh –cidade São Paulo

 

 

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.