Comemoração do aniversário da Rainha Elizabeth II em Brasília celebra os 100 anos do voto feminino no Reino Unido

Comemoração do aniversário da Rainha Elizabeth II em Brasília celebra os 100 anos do voto feminino no Reino Unido.

A “Queen’s Birthday Party”, festa realizada na Embaixada Britânica, celebra os 92 anos da monarca e a conquista pelas sufragistas em 1918. Na próxima terça-feira, 05 de junho, cerca de 600 convidados, entre membros da comunidade diplomática, representantes do governo e empresários, irão reunir-se na Embaixada Britânica em Brasília para comemorar o 92º aniversário da Rainha Elizabeth II. O evento, fechado para convidados e acompanhantes, é uma realização da Missão Diplomática do Reino Unido no Brasil e em 2018 traz como tema o centenário do voto feminino no Reino Unido. O embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan, e a Ministra Conselheira, Liz Davidson, serão os anfitriões da festa, que combina realeza britânica e empoderamento feminino. “Neste ano, trazemos a conquista centenária das sufragistas no Reino Unido. O poder das mulheres tem tudo a ver com a realeza britânica. A nossa celebração comemora os 92 anos da rainha Elizabeth II, que é a Chefe de Estado mulher com mais tempo de trono do mundo e cujo reinado é o mais longo da história do Reino Unido”, declarou o embaixador Vijay Rangarajan. A Ministra Conselheira, Liz Davidson, destaca: “Em 2018 celebra-se os 100 anos do voto feminino no Reino Unido. No dia 6 de fevereiro de 1918, uma lei importante mudou a história do país. A chamada “Representation of the People Act 1918” (Ato de Representação do Povo de 1918) permitiu que (algumas) mulheres votassem pela primeira vez na vida”.

Release da Embaixada Britânica no Brasil

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.