Chefe da ONU pede ambição,liderança e parcerias para combater as mudanças climáticas

Em discurso na conferência climática da ONU (COP23) que ocorre em Bonn, na Alemanha, nesta quarta-feira (15), o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, pediu mais ambição, liderança e parcerias para combater as mudanças climáticas.

“Nosso dever — em relação a cada um de nós e às futuras gerações — é aumentar a ambição”, disse Guterres na abertura do evento de alto-nível da COP23, que tem a participação de chefes de Estado e de governo, incluindo a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente francês, Emmanuel Macron.

Guterres em discurso na COP23. Foto: Reprodução de vídeo

Guterres em discurso na COP23. Foto: Reprodução de vídeo

Em discurso na conferência climática da ONU (COP23) que ocorre em Bonn, na Alemanha, nesta quarta-feira (15), o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, pediu mais ambição, liderança e parcerias para combater as mudanças climáticas.

“Nosso dever — em relação a cada um de nós e às futuras gerações — é aumentar a ambição”, disse Guterres na abertura do evento de alto-nível da COP23, que tem a participação de chefes de Estado e de governo, incluindo o presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, a chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro de Fiji, Frank Bainimarana, que também preside a conferência.

“Precisamos fazer mais em cinco áreas de ações ambiciosas: emissões, adaptação, financiamento, parceria e liderança”, disse Guterres.

A conferência de Bonn, iniciada em 6 de novembro, ocorre um ano depois da entrada em vigor do Acordo de Paris para o clima.

O acordo, que foi adotado por 196 partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática (UNFCCC) em dezembro de 2015, pede que os países combatam as mudanças do clima ao limitar a elevação da temperatura global em até 2 graus Celsius, esforçando-se para que não exceda 1,5 grau. Hoje, 170 países ratificaram o acordo.

 

Fonte: ONU Brasil

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.